Montando Thin client (Cliente magro) no Linux (LTSP)

ltsp1Para a instalação do LTSP utilizaremos a topologia proposta pela imagem ao lado onde uma placa de rede do servidor será utilizada para acesso à sua rede ou Internet e outra para os terminais leves.

O LTSP Server deve ter, além das duas placas de rede, um bom processador (recomendamos Core i7 e trocar o HD por SSD)  e a quantidade de memória mínima conforme a quantidade de terminais leves obedecendo à seguinte: RAM do Servidor = 2Gb + (256Mb x Nº de Terminais).

 

Configuração Inicial do Servidor

Configure as placas de rede conforme o seu ambiente. Para este tutorial usaremos a placa eth0 para acesso à Internet por meio de um servidor dhcp pré-configurado e a eth1 receberá o ip 172.16.0.1 que será rede utilizada pelos terminais leves.

Mas um detalhe, no caso da placa eth1 a configuração deve ser feita diretamente no arquivo /etc/network/interfaces afim de evitar problemas na inicialização dos serviços LTSP.

Abra o arquivo com o comando: sudo gedit /etc/network/interfaces

auto lo
iface lo inet loopback
auto eth1
iface eth1 inet static
address 172.16.0.1
netmask 255.255.255.0

Instale e configure os pacotes necessários

sudo apt-get update

Instale o pacote ltsp-server-standalone e pode deixar as depedências que o apt-get resolve para você

sudo apt-get install ltsp-server-standalone

Agora realize as configurações necessárias: no nosso caso basta ajustar os arquivos /etc/ltsp/dhcpd.conf e /etc/default/isc-dhcp-server. Para isso abra o arquivo /etc/ltsp/dhcpd.conf com o seguinte comando:

sudo gedit /etc/ltsp/dhcpd.conf

E altere seu conteúdo para que fique assim:

authoritative;
subnet 172.16.0.0 netmask 255.255.255.0 {
range 172.16.0.20 172.16.0.250;
option domain-name “ltsp”;
option domain-name-servers 172.16.0.1;
option broadcast-address 172.16.0.255;
option routers 172.16.0.1;
option subnet-mask 255.255.255.0;
option root-path “/opt/ltsp/i386”;
if substring( option vendor-class-identifier, 0, 9 ) = “PXEClient” {
filename “/ltsp/i386/pxelinux.0”;
} else {
filename “/ltsp/i386/nbi.img”;
}
}

Agora abra o arquivo /etc/default/isc-dhcp-server

sudo gedit /etc/default/isc-dhcp-server

E altere para que fique assim:

INTERFACES=”eth1″

Pronto, agora é só criar a raiz para os arquivos dos terminais leves com o seguinte comando:

sudo ltsp-build-client –arch i386

Aproveite para ir fazer alguma outra coisa pois essa etapa deve demorar um pouco.

Neste ponto é interessante reiniciar o LTSP Server para que todos os serviços sejam iniciados e as alterações devidamente aplicadas.

Configure os Boots dos Terminais Leves

Já está na hora de dar o boot nos terminais leves: Acesse a BIOS de cada um deles (geralmente usando a tecla DEL ou F2) e vá nas opções de BOOT.

A imagem abaixo mostra como ficou a sequência de inicialização de uma das máquinas:

ltsp2

Agora é só iniciar os terminais!

Últimas Considerações

Não esqueça de criar os usuários e evite usar um usuário ao mesmo tempo em diferentes terminais.

Por: Laudivan

Share Button

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Obrigatório * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.