Dicas para melhorar a potência e a largura de banda do seu roteador Wi-fi

Nós podemos otimizar a velocidade de nossa conexão Wifi ou Wireless para atingir velocidades máximas de 100Mbps até 450Mbps, segundo o fabricante de certos roteadores Wi-fi.

Eu pessoalmente nunca consegui passar dos 100 Mbps indoor, digo isto de forma estável sem quedas ou oscilações, mesmo assim fiquei muito satisfeito com este resultado, pois as redes wireless ainda são  muito instáveis sofrendo muitas interferências.

Geralmente os roteadores possuem uma Largura de Banda configurável chamada de Bandwidth ou Channel Width.
Esta largura do canal do roteador, ou a Channel Bandwidth como também é conhecida por muitos de nós, pode ser configurável com 20 MHz ou 40 MHz em sua rede sem fios. Mas tome muito cuidado nessa hora pois seu wireless após certas configurações pode sumir – explico mais adiante!
Você precisará de uma dose de paciência para verificar qual é o melhor canal do roteador Wi-Fi!
Esta configuração dependerá de algumas especificações e dos dispositivos que conectarão ao roteador, podendo ajudar a melhorar muito o desempenho e a velocidade do Wi-Fi, seja ele um Wi-Fi Indoor, Wi-Fi Residencial ou Wi-Fi Outdoor – cada caso é único!
Se você não consegue de jeito nenhum velocidades máximas no seu roteador 802.11n ou 802.11g, digo: entre 54Mbps e 100Mbps continue lendo até o final.

Como configurar uma rede wi-fi para ter um sinal forte e estável ?
1 – Primeiro de tudo você precisa de certeza que seus dispositivos e computadores suportam os padrões 802.11g e 802.11n. Senão suportar estes padrões de conexões, sua  rede wifi  pode ficar invisível para para alguns de seus dispositivos.
2 – Saiba que se o seu roteador estiver configurado para utilizar simultaneamente ou automaticamente os modos 802.11b, 802.11g e 802.11n ao mesmo tempo, você não conseguirá a largura de banda que deseja  e sua rede wifi pode ficar alternando entre velocidades muita baixas ou até em alguns casos travando o tempo todo.

3 – Conectar clientes 802.11/b/g/n no mesmo roteador ao mesmo tempo irá diminuir a velocidade de sua conexão ou até parar de funcionar. Use junto no máximo 2 dos padrões, ou b+g ou g+n nunca b+g+n !

Se você estiver usando mais do que um modo 802.11, e um dispositivo se conectar na rede usando por exemplo o modo 802.11b, toda a rede wireless será nivelada pela velocidade mais baixa.

Dê uma boa olhada na tabela abaixo:

  • Roteador 802.11b atinge até 11Mbps
  • Roteador 802.11g atinge até 54Mbps
  • Roteador 802.11n atinge até 100Mbps

4 – Peça ao seu técnico de computador para configurar seu roteador de acordo com o ambiente que se encontra, ou faça você mesmo se tiver conhecimento para tal.

Acesse a página de configuração do seu roteador wireless, e selecione o Channel Width de 20Mhz caso tenha seu roteador dentro de um pequeno escritório, sala ou residência onde as distâncias são menores.

5 – Escolha o Channel Width de 40Mhz caso seu Roteador Wireless seja Outdoor, pois lhe dará mais largura de banda e velocidade, porém sofrerá mais interferências externas é claro, use com cautela.

6 – O Modo 802.11n pode combinar 2 canais de 20 MHz para formar uma largura de banda mais efetiva totalizando 40 MHz.

A largura de banda de 40 MHz permite uma maior transmissão de dados comparado com os 20 MHz, só que alguns dispositivos podem não conseguir conectar ao roteador de rede wi-fi e até pode ficar com uma rede wireless invisível, caso opte pelos 40Mhz.

7 – Quando você seleciona o modo automático de 20/40 MHz, o roteador decide se usa os 20 ou os 40 MHz com base na interferência que o roteador sofre vindo de outros roteadores ou dispositivos no local ou redondezas.

8 – Como eu disse antes: você deve ter um cuidado especial quando configurar o roteador wireless para usar modo de 40 MHz, alguns clientes podem não conseguir conectar a rede e ainda por cima sofrer muita interferência no sinal de rede wi-fi.

9 – Entenda também que quando você resolve usar uma largura de banda maior, automaticamente o número de canais disponíveis diminui. E isso obviamente te deixa mais vulnerável na escolha de canais e também sofrendo mais interferência de outros dispositivos vizinhos ao seu roteador.
Para evitar esta interferência excessiva, o Órgão responsável pelos padrões mundiais, que é a Wi-Fi Alliance determinou que por padrão configura-se os roteadores wireless na faixa de 2.4GHz.
É claro que os 40 MHz ainda são apropriados para várias situações como numa rede outdoor ou em um grande galpão, mas não é recomendável usar 40 MHz em 2.4GHz em áreas residenciais, senão é só interferência fornecida e recebida. Este é o erro que 90% dos técnicos de rede wi-fi cometem.
10 – Não esqueça da segurança e como ela afeta a performance de seu roteador wireless. Esqueça a segurança WEP, foque em WPA e WPA2 pois oferecem um nível elevado de segurança e uma performance com sinal mais forte do que os outros protocolos de segurança.
Conclusão:
É necessário paciência para ajustar uma rede wi-fi e tecnologias envolvidas na mesma, algumas vezes pode demorar mais de um dia até se acertar determinada configuração, como por exemplo: qual é o melhor canal para rede wifi. Como disse antes, cada caso é um caso.
Share Button